COMPARTILHE
Reprodução / Vale 7

Quem nunca ouviu uma história de um grupo de funcionários que saiu de uma empresa e abriu a própria? Pois então, no gênero que vai da estrada para o inferno até a escada para o paraíso a história não é tão diferente.

Nesta “Parte 1” desta matéria, falarei sobre algumas das principais bandas que se originaram da formação de outras e que, por vezes, conseguiram obter um som da mesma ou até de maior qualidade.

1 – Whitesnake

Em 1968, juntamente com Led Zeppelin e Black Sabbath, surgia na Inglaterra o Deep Purple, a provável maior “banda-mãe” da história; vamos falar agora de um dos seus principais filhos, o Whitesnake.

Em 1976 o Deep Purple entrou em hiato no mesmo ano David Coverdale, o então vocalista do Deep Purple em sua última formação, lançou o seu projeto solo, intitulado “David Coverdale´s Whitesnake”. Em 1978, não apenas como um projeto solo de Coverdale, mas sim como uma banda, o Whitesnake lançou seu álbum de estreia, Trouble, já com participação do grande Jon Lord, tecladista do Deep Purple na última formação antes do hiato.

Em 1980 o Whitesnake lançou seu terceiro álbum de estúdio, Ready an’ Willing, o qual já contou com Ian Paice, o grande baterista da formação clássica do Deep Purple e um dos melhores, se não o melhor, batera canhoto da história. Em resumo, após 4 anos de seu hiato, em 1980 o Whitesnake já tinha em sua formação 3 dos 5 membros do Deep Purple. Segue um dos grandes clássicos da banda:

2 – Rainbow

Formada por Ritchie Blackmore em 1975, o ex Deep Purple e criador de vários dos maiores riffs da história, sua formação original era composta por antigos membros da banda Elf, banda de hard rock e blues formada em 1967 na Inglaterra. Exceto o guitarrista Steve Edwars, todos os outros membros da Elf foram para o Rainbow, que além de Blackmore na guitarra, tinha o lendário Ronnie James Dio nos vocais, Craig Gruber no baixo, Gary Driscoll na bateria e Mickey Lee Soule nos teclados.

O Rainbow, após diveras formações, teve em 1979 Roger Glover, o grande baixista da formação clássica do Deep Purple e nos teclados Don Airey, que entrou no Deep Purple na oitava formação da banda, em 2002. Eis a música que inspirou a imagem de fundo desta página:

3 – Audioslave

Uma das poucas bandas de rock’n’roll surgidas no século XXI, o Audioslave, mesmo com uma sonoridade mais alternativa, conseguiu fazer rock’n’roll com bons elementos de hard rock, grunge, vocais agudos, intensos solos de guitarra com o grande Tom Morello e baixo e bateria alinhados trazendo peso à sonoridade.

Formada em 2001 em Los Angeles, na Califórnia, exceto por Chris Cornell (Soundgarden), todos os outros integrantes eram do Rage Against the Machine: Brad Wilk na bateria, Tim Commeford no baixo e no backing vocal e Tom Morello na guitarra.

O Audioslave fechou as portas em 2007 com a saída de Cornell, mas deixou sua marca na história moderna do rock:

4 – Queen

Formada em 1968 na Inglaterra, a banda Smile teve seu fim em 1970 quando os então guitarrista Brian May e baterista Roger Taylor se juntaram ao baixista John Deacon e à grande lenda Freddy Mercury e formara, em 1970 em Londres, o Queen, uma das maiores bandas da história, vendeu mais de 150 milhões de álbuns e influenciou inúmeros artistas ao redor do mundo.

Nada mais justo do que encerrar esta matéria com um clássico da banda e pense que, de repente esta sua “bandinha” de hoje pode virar uma lenda do rock amanhã!

Publicidade