COMPARTILHE

No ministério da cultura, assim como todos os ministérios tem sua cabide de emprego, é hipocrisia querer desmerecê-lo por este motivo. Sobre as leis de incentivo a cultura, sem ela, muitos de nós artistas não sobreviveríamos de arte. Hoje em dia, infelizmente, só faz sucesso e vive disso o artista popular, aquele que faz rir, aquele da televisão ou internet, não se da mais valor aquele artista que trabalha com outras linguagens artísticas. Hoje em dia, infelizmente não se dá valor a arte produzida próprias cidades, parece que só é bom o trabalho artístico feito nas capitais ou no eixo Rio São Paulo. Este governo foi o que acreditou e apostou na transformação de uma população investindo em cultura através das leis de incentivo. Não ponho a mão no fogo por todos os artistas do Brasil, falo por mim e pelos que tenho o prazer de trabalhar, NÃO MAMAMOS NAS TETAS DO GOVERNO, fazemos o que o governo não tem tempo pra fazer, simplesmente lutamos por politicas socioculturais, lutamos para levar cultura para quem não tem oportunidades. Ver artistas a favor do fim do ministério da Cultura é lamentável. Só quem vive a realidade de trabalhar em uma Cia teatral, de ter que ser muito criativo e tirar dinheiro muitas vezes de onde não temos para construir um bom trabalho, damos o nosso melhor, infelizmente não somos tão valorizados como artistas populares, infelizmente dependemos das leis de incentivo para montar nossos espetáculos, ou projetos sociais, tudo em prol da sociedade, com acessibilidade e com preços populares.

Caro leitor, antes de dizer ser contra as leis de incentivo e a favor do fim do Ministério da Cultura, saibam que muitos artistas fazem bom uso das leis de incentivo, que não possuem condições financeiras para manter seus projetos. Projetos esses que levam cultura de forma acessível para a população, ao contrário de artistas que mesmo tendo condições usam das leis, esses não me representam!

Vamos todos fazer bom uso do Google, e antes de falar qualquer coisa sobre o Ministério da Cultura e Sobre os Trabalhadores da Cultura.

SIM! ARTE TAMBÉM É TRABALHO

Assim como qualquer outra profissão, o artista também é um trabalhador, merece o mesmo respeito que qualquer outro trabalhador tem.

Publicidade