Prefeitura de Gravataí / Divulgação

Regiões como o Barro Vermelho, Costa Ipiranga, Itacolomi e Morungava estão sendo beneficiadas com o maquinário público, que começou a operar em janeiro deste ano. A melhoria veio por um projeto aprovado pelo Governo Federal, através de uma solicitação da Prefeitura.

Entre as máquinas, destacam-se arados – específicos para o preparo do solo e plantio – carroções hidráulicos, ensiladeiras e roçadeiras. Além destes, semeadoras/adubadoras de plantio direto, máquinas de função híbrida que garantem mais economia e produtividade às lavouras da região, estão disponíveis para locação.

Trituradores de galhos também podem ser encontrados. A ferramenta possibilita a compostagem orgânica dos frutos, contribuindo com produtos mais naturais e ricos em nutrientes.

A vantagem é que além de contar com equipamentos modernos e mais ágeis, torna-se muito mais barato para o produtor, já que o aluguel é menos de 1/3 do valor de mercado, contando com o operador da máquina que realiza o serviço, dando mais comodidade ao proprietário”, explicou o secretário Denner Gelinger, enfatizando que “o aluguel é disponibilizado mediante agendamento pela SMAA e custa cerca de R$ 35,00 a hora, enquanto que maquinários particulares não saem por menos de R$ 100,00/ hora“.

COMPARTILHAR
Artigo anteriorConselho Tutelar Leste em Gravataí funcionará de em regime de plantão
Próximo artigoGlorinha decidiu suas demandas para Consulta Popular RS 2017
Apresentador de rádio nas emissoras da Rede Pampa de Comunicação. @kleriton

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite um comentário!
Por favor informe seu nome