Triunfo Concepa / Arquivo / Divulgação

A Polícia Federal deflagrou nesta manhã (30) a operação Cancela Livre. Ela é fruto de uma investigação da PF e do TCU apura desvios e fraude em obra da quarta faixa da Free Way, entre Porto Alegre e Gravataí, realizada pela empresa Triunfo Concepa, administradora da rodovia.

São cumpridos neste momento, 14 mandados de busca em: Porto Alegre (6), Eldorado do Sul (1), Santo Antônio da Patrulha (1), Cachoeirinha (1), Canoas (1), Curitiba (3) e São Paulo (1).

A investigação da Operação Catraca Livre verificou que empresas de fachada teriam recebido valores sem prestar serviço na Free Way. Do total de R$ 241 milhões, R$ 100 milhões seriam de superfaturamento. Policiais, neste momento, estão na sede da Triunfo Concepa em Porto Alegre, recolhendo documentos.

Ainda segundo a PF, a obra teria sido custeada com recursos da União, ou seja, públicos mas sem prévia licitação, tendo sido constatados indícios de superfaturamento.

As investigações foram conduzidas pela Delegacia de Repressão a Corrupção e Crimes Financeiros da Polícia Federal.

>> com informações Agência de Notícias PF

COMPARTILHAR
Artigo anteriorCreate A Customized Clipboard In 5 Easy Steps!
Próximo artigoPampas Safári: Ministério Público solicita exames e documentos sobre caso dos Cervos
Apresentador de rádio nas emissoras da Rede Pampa de Comunicação. @kleriton

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite um comentário!
Por favor informe seu nome