4ªDIN/Denarc / Divulgação

A Polícia Civil, através da 4ª DIN do DENARC, terminou com um incomum esquema de tráfico interestadual de tráfico de drogas para o Estado do Rio Grande do Sul, que visava Gravataí.

A partir de uma investigação que durou aproximadamente 45 dias, na qual foram utilizados os mais modernos meios investigativos, descobriu-se o plano criminoso que consistia em disfarçar o transporte de maconha através da simulação de compra de pneus de caminhões.

Segundo o Delegado Maurício Barison, titular da 4ª DIN do DENARC, um homem gaúcho e outro paranaense seriam os principais responsáveis por esse método criminoso.

Obtivemos informações que o investigado gaúcho simulava, para seu comparsa paranaense, a compra de pneus para caminhões; já o indivíduo do Estado do Paraná, adquiria (provavelmente no Paraguai) a quantidade de maconha e a acondicionava no interior dos pneus“, disse o delegado.

Os objetos eram transportados como estepes dos veículos, que cruzavam os Estados ou comprado como pneus normalmente.

Já aqui, eram deixados em um ponto específico, um borracharia, por exemplo, e retirados pelos demais comparsas que os levavam até um sítio. Na área rural, durante a madrugada e sem o conhecimento do proprietário do imóvel, os criminosos retiravam a maconha do interior dos pneus e as distribuíam para cidades da região metropolitana, inclusive Gravataí

O Diretor de Investigações do DENARC, Delegado Mario Souza, ressaltou a importância da ação desenvolvida nesta madrugada que, além de estancar mais um meio utilizado para o tráfico de drogas, desarticulou o grupo criminoso por completo. E complementa que ocorria “principalmente o abastecimento do tráfico nos municípios de Gravataí e Viamão.”

COMPARTILHAR
Artigo anteriorIT: A Coisa | É Bom?
Próximo artigoGM vai abrir 700 vagas de emprego no retorno do terceiro turno
Apresentador de rádio nas emissoras da Rede Pampa de Comunicação. @kleriton

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite um comentário!
Por favor informe seu nome