Central de Conteúdo EBC - Vale7

Serão exigidos dos tradicionalistas a apresentação dos exames de mormo e anemia infecciosa dos cavalos, para participação das atividades da Semana Farroupilha de Gravataí.

Os Centros de Tradições Gaúchas e os tradicionalistas que irão desfilar nesta data precisam estar atentos para a exigência dos exames de saúde dos animais que desfilarão. Os proprietários e cavaleiros precisam apresentar os exames de negativas para as doenças equinas.

De acordo com o veterinário da Secretaria Municipal da Agricultura e Abastecimento, Marcelo Marques, os testes devem ser realizados com antecedência e apresentados no dia do desfile, dentro do prazo de validade de cada um. O exame de mormo tem validade de seis meses, o atestado de vacina de 30 dias, e a carteira de vacinação do animal precisa estar em dia em pelo menos um ano. Os exames são de responsabilidade do proprietário do animal, o veterinário realiza a coleta e o encaminhamento para os procedimentos.

Mormo
O mormo é uma doença infectocontagiosa, causada por uma bactéria. Atinge os cavalos e pode ser transmitida para o ser humano. A doença é considera de difícil controle, pois não tem tratamento, sendo letal para os animais e o homem. A infecção por esta bactéria se dá através do contato com fluídos corporais dos animais doentes, como pús, urina, secreção nasal e fezes. Este agente pode penetrar no organismo pela via digestiva, respiratória, genital ou cutânea (através de alguma lesão), alcançando a circulação sanguínea, alojando-se em alguns órgãos, em especial, nos pulmões e fígado.

COMPARTILHAR
Artigo anteriorGravataí marca presença na Expointer
Próximo artigoComeçou a Semana da Pátria 2017
Apresentador de rádio nas emissoras da Rede Pampa de Comunicação. @kleriton

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite um comentário!
Por favor informe seu nome