Alex Rocha/Palácio Piratini/ Divulgação

Parece que o estopim do caos da violência em Gravataí, também ultrapassou os limites dentro da Secretaria de Segurança Pública do Estado e do secretário César Schirmer. Ontem (23), em coletiva disse que não poderia esperar ações da Força Nacional e considerou um atentado terrorista o que aconteceu na madrugada de domingo (22) na Morada do Vale II.

Não vou esperar uma decisão relativa à Força Nacional. Vamos usar os instrumentos que temos em mãos e que só dependem da minha decisão e do governo do Estado“, disse o secretário.

Segundo o secretário, “aquilo transcende aos padrões tradicionais de criminalidade”. O secretário ainda comparou o ocorrido à tragédia do clube Bataclan, com 135 mortos e centenas de feridos em novembro de 2015 em Paris, capital da França.

Cezar Schirmer afirmou que o Estado vai tomar medidas enérgicas para encontrar os responsáveis pelo caso e também para coibir a guerra entre facções rivais na cidade. Em entrevista ao programa Estúdio Gaúcha, da Rádio Gaúcha, o secretário afirmou que o ocorrido é um ponto fora da curva. “O que aconteceu é um ponto fora da curva. A população de Gravataí vai se surpreender com o que vamos fazer lá. Vamos dar aos criminosos um recado muito forte“, ressaltou.

Entrevista

COMPARTILHAR
Artigo anteriorA Torre Negra | Sequencia do Filme e Série de TV
Próximo artigoAtentado | A partir desta terça, o que vai ser visto (e as promessas) em Gravataí
Apresentador de rádio nas emissoras da Rede Pampa de Comunicação. @kleriton

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite um comentário!
Por favor informe seu nome