Grupo Zaffari / Divulgação

Foi assinada na tarde desta segunda-feira (06), a ordem de desapropriação de 3,2 hectares de área que garantirá a retomada das obras viárias e de infraestrutura que integram a primeira etapa do projeto Zaffari PowerCenter em Gravataí. Os investimentos totais no empreendimento giram em torno dos R$ 300 milhões.

A vinda deste complexo para Gravataí é extremamente benéfica, pois gera emprego, renda e valoriza toda a região. As obras de infraestrutura viária garantem maior mobilidade e fluxo, sendo parte importante do projeto“, disse Marco Alba, referindo-se à primeira etapa da construção.

Segundo o procurador geral do município, Jean Piere Torman, a desapropriação foi a alternativa encontrada para garantir a continuidade das obras. “A área desapropriada se destina às ruas que faltam para ligar o empreendimento à avenida Dorival. As que dão acesso à Marechal Rondon já estão prontas“, explicou o procurador.

Conforme o diretor do Grupo Zaffari, Cláudio Zaffari, a retomada do projeto do sistema viário e de infraestrutura, com melhorias de tráfego para a região, será feita pela própria companhia Zaffari com apoio da Prefeitura. A segunda etapa é a edificação da estrutura. “O que importa é a retomada das obras, com tratores e máquinas operando para concluir esta fase inicial, o que veremos nos próximos dias. Existe um ânimo coletivo e interesse de todos para que as obras sejam retomadas“, frisou.

Novela Zaffari
Em 26 de setembro de 2012, uma coletiva de imprensa anunciou o investimento do Grupo Zaffari em Gravataí. Na época, o diretor de expansão do grupo, Cláudio Zaffari, afirmou que a primeira fase do Powercenter Zaffari Gravataí seria entregue em um prazo estimado de três anos, ou seja, 2015. Mas diversos imbróglios motivados por terrenos com moradias, trancou o avanço.

Na coletiva em 2012, foi divulgado que o Powercenter Zaffari Gravataí iria movimentar R$ 300 milhões e poderia gerar 3 mil empregos, entre diretos e indiretos, na construção de um centro comercial e um supermercado, além de melhorias viárias, na área de 22 hectares.

Projeto
Se mantiver o projeto inicial, o Powercenter Zaffari Gravataí, o projeto terá lojas características de shopping e outras maiores, como de materiais de construção, que compõe a oferta aos clientes. A ideia é de que o shopping tenha o mesmo padrão de outros empreendimentos semelhantes do grupo, porém a construção será mais horizontal, com dois pisos, no máximo, área de eventos e salas de cinema.

COMPARTILHAR
Artigo anteriorCinquenta Tons de Liberdade | Filme Ganha Trailer Com Cenas Picantes
Próximo artigoCuidado com os apps que prometem Animoji no Android; entenda o problema
Apresentador de rádio nas emissoras da Rede Pampa de Comunicação. @kleriton

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite um comentário!
Por favor informe seu nome