Vale do Gravataí, quinta-feira 23 de março de 2017

    Eleições 2016

    Eleições 2016

    A terça-feira (14), será dia de debate dos candidatos ao executivo de Gravataí. Será na tela da TVE, canal 7 (sistema digital), às 20h30.

    Pelo Facebook, Vale7 irá transmitir através do link da emissora.

    Todos os representantes das chapas, estiveram reunidos na sede da Fundação Piratini, na última sexta-feira (10), para os últimos acertos do debate.

    O debate mediado pelo jornalista Vitor Dalla’Rosa contará com os candidatos: Anabel Lorenzi – PSB, Marco Alba – PMDB, Rafael Linck – PSOL, Rosane Bordignon – PDT, Sadao Makino – PSTU e Valter Amaral – PT.

    Confira o anúncio:

    Justiça Eleitoral

    Para os eleitores em dúvida (ou raiva de alguns eleitores), começa hoje (07), o período oficial da campanha eleitoral em Gravataí.

    Desde 7h da manhã, é possível as campanhas dos candidatos em ruas, carreatas, bandeiras, panfletaço, entre outras, permitidas pelo TRE-RS.

    O pleito que deve escolher o novo prefeito e vice-prefeito será em 12 de março.

    Divulgação / PT Gravataí

    No último sábado (05), aconteceu a convenção do PT Gravataí, que definiu por chapa pura e aclamou os nomes de Valter Amaral e Beatriz Prestes para o pleito em 12 de março.

    O ato contou com a presença do  ex-deputado federal, ex-deputado federal e ex-prefeito da capital Raul Pont, que lembrou de tempos em que o partido mobilizava verdadeiras multidões na cidade, e disse que as bases estão confusas com as atitudes de algumas lideranças petistas, que se bandearam para o lado dos apoiadores de Sartori e Temer em Gravataí.

    Valter Amaral falou em levar a esquerda ao divã, em menção ao avanço do conservadorismo social e da política neoliberal em todo o mundo. E não mandou entregar recado aos adversários das urnas.

    O PMDB do Marco Alba nós sabemos quem é. É o partido do neoliberalismo, do poder pelo poder, do Sartori com seu desmonte do estado, e do Temer com a PEC da Morte e que quer dar fim à Previdência. O que não podemos esquecer é que os partidos de Rosane Massulo e Anabel Lorenzi, o PDT e o PSB, dão sustentação a Temer e Sartori. Têm uma verdadeira relação de servilismo entre eles“, disse o candidato, arrancando aplausos.

     

    Divulgação / PSTU Gravataí

    A convenção partidária do PSTU Gravataí, escolheu Sadao Makino e Ivan Misiuk para o pleito de 12 de março.

    No ato, estiveram presentes representantes da sigla, trabalhadores e filiados ao partido, além de estudantes e trabalhadores.

    Apresentamos nossa candidatura com independência de classe e a serviço das lutas da classe trabalhadora que enfrenta a crise do capitalismo com desemprego, salários arrochados, ataque aos direitos e a nova reforma da previdência. Que além das demissões em massa de operários e operárias nas fábricas da cidade, enfrenta a insegurança e o crescimento da violência contra as mulheres e a criminalização da juventude negra e pobre […] Sadao Makino e Ivan Misiuk serão nossos candidatos e representaram nas eleições a luta por futuro socialista, justamente no ano que comemoramos 100 da maior revolução da história, a Revolução Russa“, disse a nota oficial do partido.

    Divulgação / Saul Teixeira / PSB-RS

    O PSB oficializou, neste sábado (04), a candidatura de Anabel Lorenzi para disputar as eleições suplementares de Gravataí, que ocorrerá dia 12 de março. Para o cargo de vice-prefeito, foi lançado Dilamar Soares pelo PSD, reeleito vereador na última eleição.

    O ato foi realizado no CTG Laço da Amizade no Parque dos Anjos.

    Gravataí é a terceira economia do Estado, mas os serviços públicos oferecidos à população não são condizentes com a riqueza aqui produzida. Trabalharemos para corrigir esse desequilíbrio histórico e devolver à cidade para as pessoas”, destacou Anabel.

    Beto Albuquerque, presidente do PSB Rio Grande do Sul, destacou sobre a importância da nova política. “O Brasil quer uma mudança de postura. A política precisa ir ao encontro da população com diálogo e transparência. Exatamente como Miki está fazendo em Cachoeirinha e como Anabel fará em Gravataí”, disse.

    Candidato a vice-prefeito homologado na convenção, Dilamar Soares – PSD falou sobre as oligarquias que se revezam no poder em Gravataí e a importância de um projeto alternativo. Também defendeu a união dos partidos da coligação para combater o capital especulativo. “Gastamos 40% de tudo que se arrecada no País com juros de banco. Temos que combater o rentismo e podemos iniciar pela base, que é a nossa união no município”, destacou. “Não nos faltará sola e sapato para lutarmos por aquilo que acreditamos”, concluiu.

    O prefeito de Cachoeirinha e ex-vice-prefeito de Gravataí, Miki Breier – PSB, defendeu que as cidades valorizem antes de tudo as pessoas. “A candidatura da Anabel e do Dilamar é a candidatura que respeita aqueles que mais precisam; é a candidatura que reconhece o passado, mas olha para a frente. Enquanto uns constroem muros, nosso desafio é fazer pontes e criar elos”, afirmou.

    >> com assessoria

    Divulgação / PDT Gravataí

    Com uma surpresa, foi oficializada a candidatura do PDT Gravataí ao pleito de 12 de março. O partido lançou Rosane Bordignon para prefeita e Alex Peixe para vice-prefeito.

    Rosane é esposa de Daniel Bordignon – PDT, ex-prefeito por dois mandatos pelo PT. Rosane é vereadora eleita nas eleições de 2016.

    Alex Peixe também foi eleito na eleição passada. Era cotado como vice-prefeito na chapa de Daniel, mas concorreu como vereador. Na época, Cláudio Ávila, que é presidente do partido em Gravataí, concorreu como vice-prefeito.

    O ato contou com a presença do ex-prefeito de Canoas, pelo PT, e atualmente no PDT, Jairo Jorge. Também marcou presença o presidente do PDT no Rio Grande do Sul, o deputado federal Pompeo de Matos.

    Divulgação / PMDB Gravataí

    O PMDB oficializou em convenção, Marco Alba e Áureo Tedesco, vereador eleito nesta legislatura, como candidatos ao pleito de 12 de março em Gravataí.

    O ato aconteceu na sede da coligação na parada 75 da Avenida Dorival de Oliveira.

    São muitas as conquistas. Sabemos o que tem para ser feito e sabemos como fazer. Temos experiência e compromisso com uma gestão séria e responsável. Por isso, eu e Áureo Tedesco, com o empenho de todos vocês, representamos a continuidade desse projeto. Junto com os 14 partidos da coligação, vamos apresentar propostas para Gravataí não parar“, disse Marco Alba.

    Compareceram ao ato, os deputados estaduais Ibsen Pinheiro e Juvir Costella, e o vice-prefeito, entre 2012/2016, de Porto Alegre Sebastião Melo.

    A coligação irá contar com os partidos: PMDB, PSDB, PTB, PMN, Rede, Pros, PRB, PP, DEM, PR, PV, PTC, Pen e PTN.

     

     

    Divulgação / PSOL / Luciana Genro

    O PSOL oficializou na noite desta terça-feira (31), Rafael Linck e Ruan Martins para o pleito de 12 de março em Gravataí. O ato aconteceu na sede do Sindicato dos Professores Municipais.

    Na eleição de outubro de 2016, Rafael disputou a Prefeitura e conquistou 3% dos votos válidos.

    Tivemos uma ótima votação para nossa primeira eleição na cidade e temos a convicção que existe espaço pro novo em Gravataí. Comungamos dos mesmos anseios da população, conversamos, ouvimos as pessoas, caminhamos pelas ruas da cidade e durante o pleito fizemos denuncias claras e com nomes, mostrando as contradições de nossos adversários sem, em nenhum momento, deixar de ser propositivos. E assim crescemos. Como partido e como alternativa ao mais do mesmo que tanto tempo assola nossa Gravataí“, diz a nota do PSOL Gravataí, sobre as novas eleições na cidade.

    A ex-deputada Luciana Genro compareceu ao evento e destacou o tamanho de Gravataí e a força do trabalhador na cidade. “Gravataí é uma importante cidade da Região Metropolitana de Porto Alegre, com forte presença da classe trabalhadora. Vamos apresentar um programa de transformações para o povo e denunciar os políticos tradicionais que dominam o município, todos aliados do governador Sartori“, disse Genro.

    Quem é Rafael e Ruan?

    Rafael Linck tem 33 anos, é professor e cicloativista na Região Metropolitana.

    Ruan Martins tem 24 anos, é estudante e professor de arte marcial.

    Justiça Eleitoral

    O prazo para o eleitor regularizar seu título e estar apto para as eleições em 12 de março, termina hoje (01) em Gravataí.

    É possível realizar a inscrição eleitoral, obrigatória para maiores de 18 anos e facultativa para os analfabetos e maiores de 16 e menores de 18 anos.

    Também é a data-limite para o eleitor que mudou de endereço dentro do município pedir alteração no título eleitoral e para o eleitor com deficiência ou mobilidade reduzida solicitar a transferência para Seção Eleitoral Especial.

    Lembrando que as eleições em 12 de março são válidas apenas para Gravataí, na escolha de um novo prefeito.

    TSE / Vale7

    O TRE-RS publicou, no Diário Eletrônico da Justiça Eleitoral hoje (10), a resolução que estabelece normas para a renovação da eleição majoritária em Gravataí.

    A data marcada para a votação – obrigatória – é o dia 12 de março de 2017.

    O documento traz toda a regulamentação para a realização das eleições suplementares, inclusive com o calendário eleitoral dos pleitos.

    Dia 1º de fevereiro termina o prazo para os eleitores desses municípios requererem sua inscrição ou transferência de domicílio. Esta também é a data final para eleitores com deficiência ou mobilidade reduzida solicitarem sua transferência para uma seção eleitoral especial.

    O último dia para os partidos e coligações protocolarem pedidos de registro de candidaturas na Justiça Eleitoral é 6 de fevereiro.

    A propaganda eleitoral está permitida a partir do dia seguinte (7 de fevereiro).

    No dia 12 de março – dia da eleição – a votação acontece das 8h às 17h.

    >> com asscom

    Publicidade