Duda Homem / Vale7

A festa literária de Gravataí, a 31ª Feira do Livro reuniu 35 mil pessoas na Praça da Bíblia durante os sete dias. O público escolar esteve presente em número significativo, foram cerca de 2.800 alunos da rede pública de ensino municipal e estadual que visitaram o espaço. No total, foram vendidos mais de seis mil exemplares provenientes dos diversos estandes de editoras e livrarias.

A secretária da Cultura, Esporte e Lazer, Fernanda Fraga, avaliou a 31ª Feira do Livro como um sucesso. “Os números alcançados revelam o sucesso do evento. A nova estrutura na Praça da Bíblia foi a nossa principal novidade, um ambiente acolhedor que encantou a todos que passaram por lá. A diversidade das atrações para todo o público contribui para que a cada ano a Feira seja um dos eventos culturais mais importantes da cidade”, ressalta. “Nosso muito obrigada a todos que participaram desse grande evento cultural, aos livreiros, artistas, escritores e à comunidade”, finaliza.

Os sete dias da Feira do Livro foram marcados por atrações que aconteceram em sete espetáculos teatrais, seis encontros com autores, quatro oficinas, rodas de conversas, três palestras, um recital e um sarau. As apresentações musicais também atraíram grande público. Foram três espetáculos musicais e quatro shows, além de danças e coral. Em todos os dias, a programação contou com um momento de descontração e boa música, com sete happy hours.
A Tenda de Contação de Histórias, disposta em um espaço lúdico desenvolvido para as crianças, recebeu 35 sessões de contações, em todos os dias do evento. O projeto Divã de Histórias também encantou famílias com um estrutura montada em sintonia com o ambiente da praça.

As 19 sessões de autógrafos proporcionaram a aproximação dos escritores com o público, para conhecer de perto o trabalho e as inspirações das obras. Entre os destaques, o patrono Kledir Ramil passou pelo espaço oferecendo dedicatórias em seu novo trabalho “O Pai Invisível”, um dos títulos mais vendidos entre os livreiros. Outro momento especial foi a sessão de autógrafos coletivos dos alunos do Colégio Cenecista Nossa Senhora dos Anjos Gensa, com o título desenvolvido em conjunto por cerca de 80 alunos das turmas de quarta série, que lançaram o livro “Poesias Entrelaçadas de Amor”, com o intuito de despertar o gosto pela escrita e leitura.

A acessibilidade foi um dos pontos destaques da Feira do Livro, além do projeto “Uma Tarde Acessível”, que exibiu um filme adaptado, as apresentações teatrais e encontros com escritores contaram com a interpretação de Libras.

Os mais vendidos
Entre os títulos mais vendidos ficaram “Origem“, de Dan Brown; “Paróquia Nossa Senhora dos Anjos de Gravataí: Contexto Histórico (Da igreja no período colonial às Comunidades Eclesiais de Base)”, de Célia Jachemet; “O Evangelho Segundo o Espiritismo” e “O Livro dos Espíritos”, de Allan Kardec e “Felipe Neto: a trajetória de um dos maiores youtubers do Brasil”, escrito por ele mesmo.

COMPARTILHAR
Artigo anteriorAos 83 anos, Otelio Drebes encantou, motivou e ensinou no Sindilojas
Próximo artigoCaravana de Natal Coca-Cola passa pelo Vale do Gravataí no dia 13
Apresentador de rádio nas emissoras da Rede Pampa de Comunicação. @kleriton

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite um comentário!
Por favor informe seu nome