Maita Franco/MON/AENPR / Divulgação

Os pais que não conseguem tirar férias nos meses de janeiro e fevereiro, sabem como é as preocupações sobre deixar os filhos sozinhos em casa ou com conhecidos, na maioria das vezes. Pensando nisso, a Prefeitura de Glorinha está realizando um projeto chamado ‘Colônia de Férias’.

A Secretaria Municipal de Desenvolvimento Social oportuniza o atendimento das crianças com idades entre 2 e 4 anos, no período das férias escolares. O projeto acontece em parceria com a Secretaria Municipal de Educação. O projeto visa a proteção das crianças com profissionais qualificados nas áreas da assistência social, cultura e lazer, enquanto os pais ou responsáveis trabalham ou executam atividades fora do seu lar, com a devida comprovação. As crianças ficam sob tutela de atendentes da educação infantil, que promovem atividades de recreação, cultura e integração social.

Serviço
Período de Inscrições: de 04 a 08 de dezembro
Público Alvo: crianças de 02 a 04 anos.
Local para Inscrições: CRAS (Av. Dr. Pompílio Gomes Sobrinho, n° 24.060- Centro).
Telefones: (51) 3487-1299 e (51) 3487-1522.

Documentos necessários:
Folha resumo do Cadastro Único;
Certidão de Nascimento da criança;
Comprovante de trabalho do responsável (Carteira de Trabalho ou declaração de trabalho).

Critérios para inclusão:
02 a 04 anos de idade;
família devidamente cadastrada no CADASTRO ÚNICO, bem como estar atualizado;
estar em situação de risco pessoal, social e de vulnerabilidade social;
famílias em que os pais/responsáveis trabalham e não possam ausentar-se do trabalho, desde que, preferencialmente, seja comprovada a situação de vulnerabilidade;
concordância com o cronograma, calendário e horário de atendimento.

Observações:
Será necessário ter no mínimo 25 crianças para a realização da Colônia de Férias.
O número máximo de crianças acolhidas no projeto será de 40 crianças.

Documentos necessários – Cadastro Único
Carteira de identidade;
Certidão de nascimento/casamento;
CPF;
Título de Eleitor;
Carteira de Trabalho;
Comprovante de residência (atual);
Comprovante de renda (atual);
Bloco de produtor/ DAP;
RENAVAM;
Atestado de frequência escolar.
ATENÇÃO: documentos de todos que moram na residência.

COMPARTILHAR
Artigo anterior140 toneladas de lixo no entorno das UPAS
Próximo artigoCentro Integrado de Comando e Controle de Cachoeirinha completa seis meses
Apresentador de rádio nas emissoras da Rede Pampa de Comunicação. @kleriton

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite um comentário!
Por favor informe seu nome