Premiere / Reprodução

O Cruzeiro surpreendeu o Grêmio, no retorno dos titulares, e venceu o tricolor na Arena por 1 a 0, no último sábado (3). Kayron, de pênalti, aos três minutos do segundo tempo, fez o gol do alvi-azul para o delírio dos cerca de 300 torcedores que acompanharam o Leão da Montanha à Arena do Grêmio. Com a vitória, o Cruzeiro é 6º lugar do Gauchão 2018, com sete pontos em cinco jogos.

O jogo começou com o Grêmio tomando a iniciativa. Após um início ruim no campeonato, o técnico gremista escalou todos os titulares em busca da recuperação. Precisando ganhar, o Grêmio começou no ataque. Antes dos dez minutos, o zagueiro Kanemann teve a melhor oportunidade para marcar. Após cruzamento de escanteio da direita, o zagueiro argentino cabeceou e a bola atingiu o poste esquerdo da meta do goleiro Deivity. Ainda no primeiro tempo o Grêmio teve mais duas chances de gol. Mas foi só. Bem postado em campo, o Cruzeiro fechava bem os espaços e buscava sair em velocidade. Após bate e rebate na área tricolor, João Guilherme e chutou, mas a bola parou na rede pelo lado de fora.

Sem se assustar, jogando de igual para igual e buscando o ataque, o Cruzeiro impôs seu estilo de jogo na Arena. No início do segundo tempo, o bom desempenho do estrelado foi recompensado. Aos dois minutos, após cobrança de escanteio da esquerda, William Koslowisky foi derrubado dentro da área pelo lateral Madson e o árbitro Jean Pierre de Lima marcou corretamente o pênalti a favor do alvi-azul. No minuto seguinte, o centroavante Kayron cobrou com força no canto direito e fez 1 a 0 para o Cruzeiro. Após o gol, o Grêmio se jogou ao ataque, mas não teve sucesso diante do excelente posicionamento defensivo do estrelado. O time da casa teve apenas uma chance de gol na etapa final, em conclusão de de Geromel, de dentro da área, que parou em boa defesa parcial de Deivity.

Assim, o Cruzeiro segurou o jogo e garantiu a vitória na Arena.

Pedra no Sapato
O Cruzeiro gosta de ser uma pedra no sapado do Grêmio. Em 2011, venceu no Olímpico. Dois anos depois, tornou-se o primeiro time brasileiro a vencer o Tricolor na recém-inaugurada Arena. Em 2015, segurou mais um empate. E desta vez não foi diferente. Deixou a bola com o adversário e se fechou bem na noite deste sábado. Marcou um gol de pênalti. Depois, deixou na confiança da defesa, principalmente com o goleiro Deivity.

COMPARTILHAR
Artigo anteriorMais de mil pacientes faltaram nas consultas médicas em Gravataí
Próximo artigoSegue em fevereiro as atividades do programa Gravataí em Movimento
Apresentador de rádio nas emissoras da Rede Pampa de Comunicação. @kleriton

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite um comentário!
Por favor informe seu nome